É necessário ter uma liderança sustentável?

“A competência dos empreendedores está na sua capacidade de induzir as pessoas a segui-los. E como resultado de suas práticas, nós temos a busca de soluções para questões sociais através da criação de produtos inovadores que melhoram a vida de pessoas”.

A liderança sustentável deixou de ser diferencial há muito tempo. Hoje ela já é uma exigência do mercado, considerando que é papel do líder criar um ambiente propício ao desenvolvimento das pessoas, da organização e da sociedade. Aquele que não orientar seus resultados para este intuito está fadado ao fracasso. Os resultados de uma empresa não estão mais apenas nos indicadores financeiros, como a Escola de Administração se orientou por tanto tempo. O novo conceito desta ciência está voltado ao equilíbrio entre os aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais.

De acordo com um ditado atribuído a Fast Company, os líderes precisam dizer duas coisas: “Este é o nosso rumo” e “Por isso precisamos de sua ajuda para chegar lá”. Nas duas frases podemos ver o conceito do novo líder, ou a visão do líder sustentável. Pois, segundo as definições de sustentabilidade e liderança o que importa é criar um ambiente propício ao desenvolvimento para estas e as futuras gerações.

Repare também, na frase acima, o uso da 2° pessoa do plural: Nós. A liderança sustentável exige distribuição de poder. Este estilo de liderança sabe reconhecer os seus pontos fortes e fracos. É por isso que o líder sustentável se cerca de pessoas qualificadas. Há um conto dos séculos passados que narra às histórias dos mensageiros dos reis. Para quem não sabe: os reis matavam os mensageiros que traziam más notícias. Acontece que os mensageiros não poderiam julgar previamente se a notícia era boa ou ruim. Com medo de morrer os mensageiros pararam de informar o Rei. Agora julgue você o restante da história.

A nova Escola de Administração diz que o correto é chamar os funcionários de colaboradores. Mas para que esta alteração funcione realmente, deixe-os colaborar! Nesta mesma linha de pensamento, outra tendência que se fala é o conceito de capital humano. Devemos ter consciência de que são as pessoas que produzem os resultados e, como se sabe, pessoas motivadas e engajadas tem melhores desempenhos.

Vocês já devem conhecer o famoso Mito da Caverna, do Filósofo Grego Platão.  Segundo ele, os homens ainda viviam nas cavernas por temer a natureza e seus fenômenos. Por isso, viviam procurando apenas solucionar seus problemas básicos de subsistência.  Quando um membro decidia romper essa barreira, sair ao mundo e voltar para contar aos outros indivíduos o que viu, inicialmente era considerado louco. E por quê? Ainda de acordo com Platão, o ser humano acorrenta-se a suas crenças e superstições e, isto impede seu próprio desenvolvimento.

As pessoas esperam que alguém tome uma iniciativa, como diz Stephen R. Covey, autor do best-seller administrativo Os Sete Hábitos das Pessoas Altamente Eficazes,“a maioria das pessoas resulta do espelho social, sendo influenciada pelas opiniões, ideias e paradigmas das pessoas a sua volta.” Ou seja, o líder deve ser um facilitador, um agente motivador e inspirador da mudança.

O que o líder sustentável tem haver com o empreendedor?

Primeiramente, pego carona em um dos maiores administradores de sucesso do mundo contemporâneo Philip Kotler: uma coisa é encontrar oportunidades atraentes; outra é ser capaz de transformá-las em produtos comercializáveis com sucesso. Se ampliarmos um pouco a interpretação desta ideia podemos entrar nesta discussão.A liderança sustentável exige distribuição de poder. Este estilo de liderança sabe reconhecer os seus pontos fortes e fracos. É por isso que o líder sustentável se cerca de pessoas qualificadas.

A competência dos empreendedores está na sua capacidade de induzir as pessoas a segui-los. E como resultado de suas práticas, nós temos a busca de soluções para questões sociais através da criação de produtos inovadores que melhoram a vida de pessoas. Porém, este objetivo só será alcançado se todos estiverem engajados. Neste momento, o empreendedor passa a ter a necessidade das habilidades de liderança sustentável para transformar um conceito em algo concreto.

A resposta certa para a pergunta acima é aquela que você dá. Muitas vezes veremos que as definições se confundem e se complementam. Cada um irá ter a sua própria visão.

O que eu penso sobre isso? Ninguém será um empreendedor de sucesso se não souber usar a competência do líder sustentável. Assim como a liderança sustentável irá exigir valores dos grandes empreendedores de sucesso.

Finalizo com uma frase de Margareth Thatcher: Ser líder é como ser uma dama: se você precisa provar que é, então você não é.

Fonte: http://www.ideiademarketing.com.br/2013/04/05/as-vantagens-da-lideranca-sustentavel/

Fale Conosco

Campos obrigatórios são marcados com *